Blog – expolab

O E-mail marketing ainda vive?

O E-mail marketing pode ser uma prática extremamente eficaz para as empresas. Infelizmente muitas não o sabem fazer.

O E-mail marketing nada mais é do que uma tática de estratégias de marketing direto. Por muito tempo essa prática foi considerada não funcional pela grande reprovação que ela tinha por parte do público alvo. Esse cenário fez com que muitas empresas de pequeno/médio porte não adotassem essa prática.

Muitos consumidores veem como uma nova versão das propagandas enviadas por correspondência. Ter o público encarando esse mecanismo dessa forma é extremamente prejudicial para as empresas. Apesar de que a culpa por essa má fama é exatamente delas.

Mas apesar da má reputação, o E-mail marketing pode ser extremamente funcional e assertivo.

Então o E-mail marketing está vivo ou morto?

Bem, segundo um relatório feito pela Rock Content, 77,2% das empresas envolvidas na pesquisa utilizam estratégias de E-mail marketing pela chance de aumentar o tráfego do blog/site, pela chance de oferecer serviços/produtos ao consumidor e pela possibilidade de nutrir relacionamento com clientes e possíveis clientes segmentados.

Visto que atualmente, 90% das pessoas que utilizam internet tem pelo menos um E-mail e 98,7% o acessam diariamente, é válido considerar esse canal para tentar se comunicar com qualquer segmento de público.

Apesar de que com o relatório, foi possível identificar uma prática negativa das empresas. Segundo ele, 61.2% das empresas não mensuram o ROI (Return on investiment) dos seus esforços de E-mail marketing. É impossível legitimar a eficácia de uma prática sem medir o rendimento dela.

A base de uma boa estratégia de E-mail marketing é ter um mailing muito bem formado e segmentado. Segundo a pesquisa, apenas 49,7% das empresas envolvidas investem na nutrição de Leads.

Apesar da crença no E-mail marketing, pelo relatório é possível notar que muitas marcas ainda tem que amadurecer muito essa práticas em seus esforços de comunicação.

Qual o principal motivo dessa má reputação do E-mail Marketing?

Pelo mesmo motivo que as malas diretas tem. Pessoas não gostam de anúncios, elas gostam do que interessa à elas e isso pode ser um anúncio.

Erra quem acha que o conteúdo tem que ficar em segundo plano quando se está elaborando uma estratégia de comunicação. Publicidade é sobre conteúdo e não sobre formatos. Não é lógico utilizar a mesma abordagem que não era bem aceita das malas diretas e a usar no digital através do E-mail marketing.

O E-mail marketing pode ser muito funcional, basta ter uma estratégia muito bem desenvolvida e não deixar de levar em consideração os interesses do público.

CURSOS E PROMOÇÕES EXPOLAB
Saiba de nossas próximas turmas: http://www.expolab.com.br/agenda
Conheça todas as áreas que atuamos: http://www.expolab.com.br/areas_cursos
Vagas de emprego e estágio: http://www.expolab.com.br/vagas

Alfredo Galamba