O profissional do futuro precisa surfar para acompanhar o mercado

Escrevo sobre este tema a partir de reflexões e uma conversa em ambiente informal com amigos próximos, cada um formado em uma área distinta. Falávamos sobre mercado de trabalho, oportunidades e cenários futuros, quando um deles me passou este link sobre o profissional do futuro. Após ler, tive que concordar, e mesmo me questionar:

Estou preparada para ser uma profissional do futuro?

O que fazer, para onde ir?

Por onde começar?

Transformação digital

Algumas pessoas ainda não perceberam a velocidade como as profissões e os profissionais têm mudado rapidamente e se adaptado ao novo. Recentemente estive em um evento sobre Transformação Digital nos Negócios, promovida por uma empresa referência no setor de monitoramento em Recife. Na ocasião, foram convidados vários diretores e executivos com poder de tomada de decisão em empresas, além de profissionais de alguns setores.

Uma das questões levantadas para o grupo de empresários foi: por que insistir em manter as coisas, o funcionamento, como o de sempre? E a resposta foi: é preciso se abrir para a transformação que acontece, para o novo. É uma realidade. Além disso, uma série de tendências foram apresentadas por um futurista, um profissional cujo foco é estudar e tentar perceber como será a evolução das coisas em uma a duas décadas, apontando tendências e prevendo possíveis cenários.

Processo de inovação: uma realidade

Já nos deparamos com uma automação de diversos trabalhos, fruto de uma realidade iniciada há pouco mais de uma década. Ou seja, as atividades repetitivas vêm sendo cada vez mais substituídas por máquinas. Logicamente isso resultou em demissões e adaptações, como parte de um processo evolutivo natural que desde em que a Terra é Terra, ocorre.

Este processo foi descrito pelo economista Joseph Alois Schumpeter, que, no início do século XX, refletiu como o processo de inovação aconteceria em “ondas”, que surgem e desaparecem após períodos de tempo cada vez menores. Com o advento da internet, este processo tem se acelerado mais e mais. Atualmente, vivenciamos a 5ª onda, desde a década de 1990, que envolve a consolidação de redes digitais, softwares e novas mídias, e deve ser finalizada em 2020.

Fim das barreiras?

Considerando este processo, naturalmente os profissionais precisam acompanhar este ritmo e também evoluírem. Vamos usar um exemplo: se antes, um profissional de jornalismo chegava ao mercado buscando uma posição dentro de um veículo de comunicação como forma de atuação e opção, com o tempo outras áreas similares e dentro do nicho da comunicação também passaram a absorver este profissional.

Ele pode ser um assessor de imprensa, um gestor de comunicação, atuar liderando equipes no setor de marketing e estratégia e também no mundo digital, por exemplo. Percebe-se então uma tendência à fluidez, de colaboração entre áreas. E para manter-se no mercado, este profissional deve ficar atento ao que acontece à sua volta.

É fato escutar pessoas de todas as áreas queixando-se da profissão, mas que não acompanham este ritmo evolutivo dentro da própria área. Muitos setores se adaptam para as novas possibilidades da internet e os negócios digitais.

Como se preparar?

Acredito que um bom começo é ser um profissional multidisciplinar e menos branco no preto, preto no branco. Ok, você tem uma formação, mas isso não quer dizer que não possa explorar outros segmentos e áreas, continuar buscando novos conhecimentos técnicos ou começar algo novo. A palavra “adaptação” poderia resumir este tópico. Se não se adapta, será mais difícil manter-se acompanhando esta onda que vivemos.

Uma coisa que tenho percebido em algumas empresas e já comentei aqui quando falei de coworking é como as equipes de trabalho estão multidisciplinares e colaborativas. Entendo isso como um movimento normal dentro da Economia Criativa, outro tópico que também já falei aqui no blog. E naturalmente, o senso analítico do profissional deve ser apurado, olhos e ouvidos sempre atentos, de olho em tudo o que acontece.

O que você tem feito para surfar nesta onda e manter-se atualizado?

Todas as peças estão aí, basta que a gente nade e acompanhe o fluxo do que tem acontecido 😉

 

 

Os coworkings são o futuro dos escritórios?

A palavra coworking vem sendo usada e falada com mais frequência. Me lembro que, pouco mais de dois anos atrás, eu comecei a escutar esta palavra na capital pernambucana. Para quem não sabe, o coworking é um conceito de um espaço atrelado às novas formas de trabalhos, e certamente poderão substituir os escritórios formais.

Como assim?

Lógico, ou esqueceu do que foi falado sobre Economia Criativa? Na verdade, com a explosão das startups e os famosos freelanceshome offices e jobs, a ideia de “trabalhar em um escritório” mudou, assim como os profissionais mudaram. Primeiro foi a história do “vamos fazer uma reunião naquele café”, que tirava a pessoa do ambiente – geralmente sisudo, dependendo do segmento do trabalho e da empresa – de trabalho, para um local novo e mais descontraído.

De acordo com estudo da área,  no começo de 2017 já haviam 210 mil pessoas circulando entre os 810 coworkings existentes no país.

Imagem ilustrativa de como funciona um coworking (Reprodução: Pexels).

O fim dos escritórios?

Esta nova forma de trabalhar, utilizando espaços mais fluidos,  estimula o intercâmbio entre áreas de atuação, que são repensados por grandes empresas. Afinal, mudar a rotina, conhecer pessoas novas da empresa e entender como se ajudar através de seus trabalhos é inspirador. E é isso que os coworkings proporcionam: inspiração para criar e inovar num ambiente próprio.

Benefícios           

Como falamos acima, criar/formar novas equipes, multidisciplinares, ajuda a propiciar um ambiente inovador de criação e networking. Outro ponto a ser levantado é não possuir as possíveis distrações que um home office possui – muitas pessoas possuem dificuldade em se concentrar trabalhando em casa, varia de cada um.

Os espaços são pensados para trabalhar, com opções de salas de reunião,  amplas e menores, onde os profissionais podem trabalhar juntos, com wifi gratuita, opções de café e lanche para consumo, além de endereço para escritório virtual. Neste link há uma lista de serviços que podem ser oferecidos neste espaço. Uma nova forma de pensar o escritório e fazer aquela reunião, não acha?

Onde achar no Recife?

Já existem alguns espaços em Recife onde é possível trabalhar desta nova forma. Tive a oportunidade de conhecer alguns, embora ainda não tenha passado o dia em um espaço desses, cujo custo da hora costuma ser a partir de R$ 8. Fazendo uma busca online, a imagem abaixo mostra que estes tipos de espaços já estão bem distribuídos pela capital. Certamente haverá algum perto da sua casa 😉

Resultados mostrados pelo Google Maps a partir das palavras “coworkings recife”

Os mais conhecidos são o Impact Hub, Nós CoworkingWork Hall e o Bunker. Então, que tal repensar sua forma de trabalho ou buscar inspiração em um ambiente multidisciplinar de networking?

100 sites de pesquisa acadêmica que você deveria conhecer

Você sabia que existem inúmeros sites que podem te ajudar quando você precisa de material acadêmico? Aqui nessa postagem, será disponibilizado 100 sites de pesquisa acadêmica para você! Neles você poderá encontrar textos, documentos, resenhas, artigos, vídeos e até áudios para fazer uma excelente pesquisa acadêmica. Os assuntos são variados e passam por Ciências Sociais, Matemática, História, Tecnologia, Banco de Dados e até sites que te ajudam a encontrar referências daquela frase que você vai usar no seu trabalho, mas não sabe de quem é!

 

100 sites de pesquisa acadêmica:

Livros e Jornais:

Google Scholar: encontre todo tipo de material didático.

Google Books: pesquise um índice de livros do mundo inteiro, com várias opções gratuitas.

WorldCat: itens de 10 mil bibliotecas como livros, DVDs, CDs e artigos.

Open Library: encontre livros clássicos, e-Books e todo tipo de material gratuito. Você pode indicar textos para o site.

Directory of Open Access Journals: ache textos de alta qualidade.

Scirus: exclusivo para informações científicas. São mais de 460 milhões de materiais da área.

Jurn: resultados de pesquisa de mais de 4 mil jornais escolares gratuitos sobre artes e humanidades.

SpringerLink: publicações digitais, protocolos e livros sobre todo assunto possível.

Vadlo: repositório de pesquisas científicas.

Online Journals Search Engine: ferramenta de pesquisa científica poderosa em que você pode achar jornais, artigos, reportagens e livros científicos.

Bioline International: para publicações científicas; feita por cientistas de maneira colaborativa.

HighBeam Research: pesquise com vários tipos de filtros e ferramentas.

Negócios e Economia

Research Papers in Economics: pesquisa em economia e ciências relacionadas. Artigos, livros e até softwares com mais de 1,2 milhões de resultados.

Virtual Library Labour History: esta biblioteca oferece conteúdo histórico sobre economia, negócios e muito mais.

EconLit: acesse todo tipo de material de mais de 120 anos de literatura sobre economia mundial de 1886 a 1968.

National Bureau of Economic Research: tenha acesso a grandes ferramentas na pesquisa sobre economia.

BPubs: tenha acesso a publicações sobre negócios e mercado em uma ferramenta de busca especializada.

DailyStocks: site para monitorar ações de mercado.

Inomics: economistas vão adorar este site com recursos que incluem empregos, cursos e conferências.

EDGAR Search: sistema de pesquisa eletrônica com documentos e textos sobre investimento.

Corporate Information: perfeito para empresas de pesquisa.

História:

Library of Anglo-American Culture and History: guia histórico da Biblioteca Anglo-Americana de Cultura e História.

Internet Modern History Sourcebook: milhares de materiais sobre história moderna.

American History Online: encontre coleções de materiais históricos digitais.

David Rumsey Historical Map Collection: mais de 30 mil imagens históricas que podem ser buscadas por palavra-chave.

HistoryBuff: arquivo de jornais históricos online e biblioteca de referência.

Genesis: excelentes materiais sobre a história da mulher.

Fold3: tenha acesso a um grande arquivo histórico militar com registros originais e memoriais.

Internet Ancient History Sourcebook: bom lugar para pesquisar sobre a origem humana com textos completos sobre antigas civilizações como Mesopotâmia e Roma, além da origem cristã.

History and Politics Out Loud: pesquise registros importantes da história do mundo, principalmente material político em áudio.

History Engine: ferramenta colaborativa para educação em que os alunos aprendem história ao pesquisar, escrever e publicar artigos, criando uma grande coleção de textos sobre a história dos EUA que podem ser buscados por outros alunos.

Digital History: banco de dados digital histórico da Universidade de Houston com links para textos e todo tipo de material educacional sobre história.

Ciências Sociais:

WikiArt: acesso livre a artigos sobre arqueologia.

Anthropology Review Database: banco de dados com resenhas e vários outros materiais sobre antropologia.

Behavioral Brain Science Archive: extenso arquivo para pesquisa sobre artigos de ciência do cérebro e psicologia.

SocioSite: site feito pela Universidade de Amsterdã  com material de assunto sociológico incluindo ativismo, cultura, paz e racismo.

Psycline: localizador de artigos e textos sobre psicologia e ciências sociais.

Social Sciences Citation Index: site pago, mas que vale a pena devido à riqueza e relevância dos artigos apresentados na pesquisa.

Ethnologue: pesquise por todo tipo de línguas e linguagens do mundo com enciclopédia de referências de todas as palavras conhecidas dos idiomas ainda existentes.

Political Information: ferramenta de busca sobre política com mais de 5 mil sites cuidadosamente escolhidos.

The SocioWeb: guia para todo tipo de material sociológico que possa ser encontrado na internet.

Encyclopedia of Psychology: informações básicas ou não, traduzidas para o inglês sobre carreiras na psicologia, organizações, publicações, pessoas e história.

Anthropological Index Online: pesquisa em mais de 4 mil periódicos da Biblioteca do Museu de Antropologia Britânico, assim como filmes do Instituto Royal de Antropologia.

Social Science Research Network: grande variedade de artigos sobre ciências sociais de fontes especializadas.

Ciências:

WorldWideScience: mostra excelentes resultados na pesquisa de ciências e até em bancos de dados específicos.

• SciCentral: as melhores fontes sobre ciências com pesquisas de literatura, banco de dados e outros recursos para achar o que precisa. (Este site deixou de exibir o conteúdo. Atualizado em 10/12/2015)

CERN Document Server: esta organização de pesquisa nuclear disponibiliza um grande diretório com experimentos, arquivos, artigos, livros e apresentações de seu acervo.

SciSeek: ferramenta de pesquisa científica com o melhor que a internet pode oferecer.

Chem BioFinder: tudo sobre química, incluindo propriedades e reações.

Athenus: autoridade em ciência e engenharia na web.

Strategian: encontre informações de qualidade em todas as áreas da ciência como livros completos, jornais, revistas e muito mais.

Science.gov: neste portal da ciência feito pelo governo norte americano, você pode pesquisas em mais de 50 bancos de dados e 2100 sites selecionados de 12 agências federais.

Analytical Sciences Digital Library: ache recursos educacionais na área de ciências com uma grande variedade de formatos e aplicações.

Matemática e Tecnologia:

Math WebSearch: neste site você pode fazer uma busca por números e fórmulas, além de textos. (Este site deixou de exibir o conteúdo. Atualizado em 03/12/2015)

MathGuide: encontre diversas fontes de informação sobre matemática.

Citebase: recurso para achar materiais de matemática e tecnologia, entre outros assuntos.

ZMATH Online Database: milhões de resultados de milhares de artigos sobre matemática desde 1826.

CiteSeerX: através deste site você tem acesso à Biblioteca Digital de Pesquisa Científica.

Current Index to Statistics: índice bibliográfico com publicações sobre estatística, probabilidade e áreas correlatas. (Este site deixou de exibir o conteúdo. Atualizado em 03/12/2015)

Inspec: banco de dados feito para cientistas e engenheiros pelo Instituto de Engenharia e Tecnologia. São mais de 13 milhões de resultados na busca por física e engenharia..

The Collection of Computer Science Bibliographies: mais de 3 milhões de referências em artigos, textos, jornais e relatórios técnicos de ciências.

Bancos de Dados e Arquivos:

• NASA Historical Archive: explore a história espacial neste arquivo da NASA.

Smithsonian Institution Research Information System: tenha acesso a recursos do Instituto Smithsonian através do exclusivo sistema de pesquisas.

The British Library Catalogues & Collections: explore a Biblioteca Britânica e todo seu material catalogado tanto impresso quanto digital.

Library of Congress: acervo da Biblioteca do Congresso norte-americano; acesso a documentos, fotos históricas e incríveis coleções digitais.

CIA World Factbook: a agência de inteligência dos EUA oferece muita informação de referência mundial como história, pessoas, governos, economias e muito mais.

Catalog of U.S. Government Publications: pesquise o catálogo de publicações do governo dos EUA para achar textos históricos e atuais.

National Archives: acesse os Arquivos Nacionais e pesquise documentos históricos, com informações do governo e muito mais.

Archives Hub: encontre o melhor do que a Grã-Bretanha tem para oferecer nestes arquivos de mais de 200 instituições britânicas.

arXiv e-Print Archive: arquivos da Universidade Cornell e acesso a materiais de matemática, ciências e assuntos relativos.

Archivenet: iniciativa do Centro Histórico Overijssel, o site facilita a busca de arquivos em holandês.

National Agricultural Library: serviço do Departamento de Agricultura norte-americano com todo tipo de informação relacionada a agricultura.

State Legislative Websites Directory: use este banco de dados para achar informações de legislaturas sobre todos os estados americanos.

OpenDOAR: busque por pesquisas acadêmicas gratuitas.

Geral:

Mamma: a mãe das ferramentas de pesquisa a reunir os melhores recursos da web. (Este site deixou de exibir o conteúdo. Atualizado em 08/12/2015)

Dogpile: encontre o melhor das maiores ferramentas de busca com resultados do Google, Yahoo! e and Bing.

MetaCrawler: pesquisa ferramentas de pesquisa com resultados do Google, Yahoo! e Bing.

iSEEK Education: ferramenta de pesquisa destinada a especialmente a estudantes, professores, administradores e tutores.

RefSeek: mais de 1 bilhão de documentos, sites livros, artigos, jornais sobre qualquer assunto.

Internet Public Library: encontre materiais diversos divididos por temas.

Digital Library of the Commons Repository: encontre literatura do mundo inteiro incluindo acesso gratuito a textos, artigos e dissertações.

Google Correlate: permite encontrar pesquisas que se relacionam com dados da vida real.

Virtual LRC: tem uma busca do Google personalizada só com o melhor dos sites acadêmicos. O material é disponibilizado apenas por professores e profissionais da área.

Academic Index: este diretório foi criado só para estudantes. As indicações deste site são de professores, bibliotecários e profissionais da educação.

OAIster: ache milhões de recursos digitais de milhares de contribuintes, com acesso livre.

Infomine: ferramenta incrível para encontrar recursos digitais educativos, principalmente em ciências.

Microsoft Academic Search: oferece acesso a mais de 38 milhões de publicações com imagens, gráficos e outros tipos de recursos.

Wolfram|Alpha: este site não só acha links, mas responde perguntas, analisa e gera relatórios.

BUBL LINK: catálogo baseado no Dewey Decimal system. (Este site deixou de exibir o conteúdo. Atualizado em 03/12/2015)

Referências:

Quotes.net: ache todo tipo de frases famosas de pessoas famosas.

Literary Encyclopedia: ache materiais de referência em literatura, história e cultura.

References.net: tenha acesso a todo tipo de referência, de patentes a almanaques.

Merriam-Webster Dictionary and Thesaurus: poderoso dicionário online com definições e sinônimos.

Outros:

Lexis: encontre material confiável e autorizado neste site.

Education Resources Information Center: registros bibliográficos sobre literatura educativa.

PubMed: site da Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA onde você encontra textos e artigos completos sobre medicina. São mais de 19 milhões disponíveis.

MedlinePlus: serviço da Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA com ferramenta de busca e dicionário para materiais cuidadosamente escolhidos sobre saúde.

Circumpolar Health Bibliographic Database: banco de dados com mais de 6 mil registros relacionado à saúde humana na região do círculo polar.

Fonte: http://canaldoensino.com.br/blog/100-sites-de-pesquisa-academica-que-voce-deveria-conhecer