O profissional do futuro precisa surfar para acompanhar o mercado

Escrevo sobre este tema a partir de reflexões e uma conversa em ambiente informal com amigos próximos, cada um formado em uma área distinta. Falávamos sobre mercado de trabalho, oportunidades e cenários futuros, quando um deles me passou este link sobre o profissional do futuro. Após ler, tive que concordar, e mesmo me questionar:

Estou preparada para ser uma profissional do futuro?

O que fazer, para onde ir?

Por onde começar?

Transformação digital

Algumas pessoas ainda não perceberam a velocidade como as profissões e os profissionais têm mudado rapidamente e se adaptado ao novo. Recentemente estive em um evento sobre Transformação Digital nos Negócios, promovida por uma empresa referência no setor de monitoramento em Recife. Na ocasião, foram convidados vários diretores e executivos com poder de tomada de decisão em empresas, além de profissionais de alguns setores.

Uma das questões levantadas para o grupo de empresários foi: por que insistir em manter as coisas, o funcionamento, como o de sempre? E a resposta foi: é preciso se abrir para a transformação que acontece, para o novo. É uma realidade. Além disso, uma série de tendências foram apresentadas por um futurista, um profissional cujo foco é estudar e tentar perceber como será a evolução das coisas em uma a duas décadas, apontando tendências e prevendo possíveis cenários.

Processo de inovação: uma realidade

Já nos deparamos com uma automação de diversos trabalhos, fruto de uma realidade iniciada há pouco mais de uma década. Ou seja, as atividades repetitivas vêm sendo cada vez mais substituídas por máquinas. Logicamente isso resultou em demissões e adaptações, como parte de um processo evolutivo natural que desde em que a Terra é Terra, ocorre.

Este processo foi descrito pelo economista Joseph Alois Schumpeter, que, no início do século XX, refletiu como o processo de inovação aconteceria em “ondas”, que surgem e desaparecem após períodos de tempo cada vez menores. Com o advento da internet, este processo tem se acelerado mais e mais. Atualmente, vivenciamos a 5ª onda, desde a década de 1990, que envolve a consolidação de redes digitais, softwares e novas mídias, e deve ser finalizada em 2020.

Fim das barreiras?

Considerando este processo, naturalmente os profissionais precisam acompanhar este ritmo e também evoluírem. Vamos usar um exemplo: se antes, um profissional de jornalismo chegava ao mercado buscando uma posição dentro de um veículo de comunicação como forma de atuação e opção, com o tempo outras áreas similares e dentro do nicho da comunicação também passaram a absorver este profissional.

Ele pode ser um assessor de imprensa, um gestor de comunicação, atuar liderando equipes no setor de marketing e estratégia e também no mundo digital, por exemplo. Percebe-se então uma tendência à fluidez, de colaboração entre áreas. E para manter-se no mercado, este profissional deve ficar atento ao que acontece à sua volta.

É fato escutar pessoas de todas as áreas queixando-se da profissão, mas que não acompanham este ritmo evolutivo dentro da própria área. Muitos setores se adaptam para as novas possibilidades da internet e os negócios digitais.

Como se preparar?

Acredito que um bom começo é ser um profissional multidisciplinar e menos branco no preto, preto no branco. Ok, você tem uma formação, mas isso não quer dizer que não possa explorar outros segmentos e áreas, continuar buscando novos conhecimentos técnicos ou começar algo novo. A palavra “adaptação” poderia resumir este tópico. Se não se adapta, será mais difícil manter-se acompanhando esta onda que vivemos.

Uma coisa que tenho percebido em algumas empresas e já comentei aqui quando falei de coworking é como as equipes de trabalho estão multidisciplinares e colaborativas. Entendo isso como um movimento normal dentro da Economia Criativa, outro tópico que também já falei aqui no blog. E naturalmente, o senso analítico do profissional deve ser apurado, olhos e ouvidos sempre atentos, de olho em tudo o que acontece.

O que você tem feito para surfar nesta onda e manter-se atualizado?

Todas as peças estão aí, basta que a gente nade e acompanhe o fluxo do que tem acontecido 😉

 

 

Os coworkings são o futuro dos escritórios?

A palavra coworking vem sendo usada e falada com mais frequência. Me lembro que, pouco mais de dois anos atrás, eu comecei a escutar esta palavra na capital pernambucana. Para quem não sabe, o coworking é um conceito de um espaço atrelado às novas formas de trabalhos, e certamente poderão substituir os escritórios formais.

Como assim?

Lógico, ou esqueceu do que foi falado sobre Economia Criativa? Na verdade, com a explosão das startups e os famosos freelanceshome offices e jobs, a ideia de “trabalhar em um escritório” mudou, assim como os profissionais mudaram. Primeiro foi a história do “vamos fazer uma reunião naquele café”, que tirava a pessoa do ambiente – geralmente sisudo, dependendo do segmento do trabalho e da empresa – de trabalho, para um local novo e mais descontraído.

De acordo com estudo da área,  no começo de 2017 já haviam 210 mil pessoas circulando entre os 810 coworkings existentes no país.

Imagem ilustrativa de como funciona um coworking (Reprodução: Pexels).

O fim dos escritórios?

Esta nova forma de trabalhar, utilizando espaços mais fluidos,  estimula o intercâmbio entre áreas de atuação, que são repensados por grandes empresas. Afinal, mudar a rotina, conhecer pessoas novas da empresa e entender como se ajudar através de seus trabalhos é inspirador. E é isso que os coworkings proporcionam: inspiração para criar e inovar num ambiente próprio.

Benefícios           

Como falamos acima, criar/formar novas equipes, multidisciplinares, ajuda a propiciar um ambiente inovador de criação e networking. Outro ponto a ser levantado é não possuir as possíveis distrações que um home office possui – muitas pessoas possuem dificuldade em se concentrar trabalhando em casa, varia de cada um.

Os espaços são pensados para trabalhar, com opções de salas de reunião,  amplas e menores, onde os profissionais podem trabalhar juntos, com wifi gratuita, opções de café e lanche para consumo, além de endereço para escritório virtual. Neste link há uma lista de serviços que podem ser oferecidos neste espaço. Uma nova forma de pensar o escritório e fazer aquela reunião, não acha?

Onde achar no Recife?

Já existem alguns espaços em Recife onde é possível trabalhar desta nova forma. Tive a oportunidade de conhecer alguns, embora ainda não tenha passado o dia em um espaço desses, cujo custo da hora costuma ser a partir de R$ 8. Fazendo uma busca online, a imagem abaixo mostra que estes tipos de espaços já estão bem distribuídos pela capital. Certamente haverá algum perto da sua casa 😉

Resultados mostrados pelo Google Maps a partir das palavras “coworkings recife”

Os mais conhecidos são o Impact Hub, Nós CoworkingWork Hall e o Bunker. Então, que tal repensar sua forma de trabalho ou buscar inspiração em um ambiente multidisciplinar de networking?

JUVENTUDE DIGITAL

Caro leitor, talvez esteja esperando ler soluções, dicas ou críticas sobre o tema. Confesso, que pensei nisso! Todavia quero deixar, tal feita,   para outros pesquisadores, estudiosos do assunto. Meu objetivo aqui é fazer um simples questionamento: Que juventude é essa que decretamos digital? Para responder, retorno ao ano de 1976. No Ceará, surge uma grande composição que apresenta uma certa desilusão do indivíduo frente ao sistema social, político e econômico da sua época. O grande Belchior, de forma sublime, retrata, na letra da canção, a paixão pelo direito de viver, pelo amor e pelas amizades, o  convívio familiar e a esperança de um futuro melhor: “Como Nossos Pais”.

Eles venceram e o sinal está fechado para nós que somos jovens

A juventude digital não aceita ditadura, repressão, promessas, censuras, aflição e medo. Coisas que parecem não encontrarmos no “fantástico mundo digital”. Nele, impera a liberdade ou a grande ilusão de uma vida feliz. Apresento-me como quero ser. Mesmo estando só, sinto-me acompanhado, pois, tenho seguidores que não vejo, converso abertamente com estranho, e falo dos meus sentimentos.

Para abraçar meu irmão e beijar minha menina na rua, é o que se fez, o meu lábio e minha voz.

Por isso que as tradições religiosas e os regimes de opressão estão cada vez mais na falência. O mundo digital dá liberdade. Permite realizar ações básicas de expressões, sem que o indivíduo seja reprimido, perseguido e torturado.

Você me pergunta, pela minha paixão, digo que estou encantado com uma nova invenção. eu vou ficar nesta cidade, não vou voltar pro sertão. pois vejo vir vindo no vento cheiro de nova estação. eu sei de tudo na ferida viva do meu coração.

O interessante perceber é que sempre o indivíduo buscou melhorias, nesse caso, a música apresenta o sertanejo que foi para a cidade grande em busca de uma melhor qualidade de vida. E nos grandes centros urbanos é possível encontrar “uma nova invenção”.  Olhando para os anos 70, o indivíduo tinha esperança que dias melhores iriam vir. Pois, acontecimentos estavam surgindo para ficarem na história:

  • 21 de junho de 1970 – Brasil tri-campeão da Copa do Mundo de Futebol, realizada no México. 
  • 1972, são realizados os Jogos Olímpicos de Munique (República Federal da Alemanha).
  • 15 de novembro de 1971 – A Intel lança o primeiro microprocessador do mundo, o Intel 4004.
  • Em janeiro de 1972 é lançado o Odyssey 100, primeiro videogame do mundo
  • 1975 – A missão espacial Viking I explora o planeta Marte.
  • Em 1976 é fundada a empresa que seria a gigante da computação nas décadas seguinte: a Apple.
  • A televisão em cores começa a se tornar popular no final dos anos 70.
  • Margareth Thatcher torna-se, em 1976, a primeira mulher a ocupar o cargo de Primeira Ministra Britânica da história.
  • Março de 1970 – Depois de muito sucesso, acaba a banda de rock Beatles.
  • 16 de agosto de 1977 – Morre o rei do rock, Elvis Presley.
  • Desenhos que fizeram sucesso: Speed Racer, Pica-Pau, Pernalonga, Piu-Piu, Tom e Jerry, Gaguinho, Os Herculóides, Homem Pássaro e Popeye.

Já faz tempo, eu vi você na rua. Cabelo ao vento, gente jovem reunida. Na parede da memória essa lembrança é o quadro que dói mais.

Juventude escondida, conservadora, acovardados. Sem luta, rebeldia, em busca de seus direitos e ideais.  Juventude “digitadora”, segue nas redes sociais e não nas ruas. Tudo parece continuar sendo semelhante à mesma época de imposições e proibições.

Minha dor é perceber que apesar de termos feito tudo o que fizemos, ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais.  

Será o fim?…

Daniel Alves Lima – Filósofo, educador,  e um apaixonado por educação. Seus assuntos de maior interesse são: Educação e Tecnologia, Empreendedorismos Digital

CURSOS E PROMOÇÕES EXPOLAB
Saiba de nossas próximas turmas: http://www.expolab.com.br/agenda
Conheça todas as áreas que  atuamos: http://www.expolab.com.br/areas_cursos
Vagas de emprego e estágio: http://www.expolab.com.br/vagas

Adwords e Analytics

O curso de Adwords e Analytics na Expolab não é um simples curso, que você paga e pronto. Nós temos o compromisso com você. Além de ficar por dentro das novidades e ter aulas com professores que atuam na área e vivem o dia a dia desta ferramenta, o aluno tem a oportunidade de realizar vários testes e ficar pronto para encarar a prova de certificação do Google.

Não fique de fora dessa! Aproveite a nossa promoção da Semana do Amigo e matricule-se já!

http://expolab.com.br/cursos?c=84

10 motivos para você fazer o curso de Assessoria de Imprensa na Expolab

1. Ter sua marca nos veículos de comunicação
2. Fortalecimento de marca
3. Produtos e serviços viram notícia
4. Vire especialista para um jornalista
5. Aparecer para quem interessa
6. Melhora o posicionamento do seu site no Google e outros locais de pesquisa
7. Ajuda na contratação de novos funcionários
8. Potencializa ações de marketing
9. Treinamento de porta-voz para falar com jornalistas
10. Gerencia crises

Acesse o link:http://expolab.com.br/cursos?c=104

Assessoria de Imprensa

Já ouviu o bordão “comunicação é a chave do sucesso”? Com Ivelise Buarque, você aprende a melhor maneira de abrir portas para um futuro promissor! Fique por dentro das novidades do mercado da comunicação e saiba como o trabalho de Assessoria de Imprensa é desenvolvido na era da tecnologia.

Aproveite nosso valor promocional à vista e matricule-se já!
Mais informações: http://expolab.com.br/cursos?c=67

Funil de Vendas

O funil de vendas varia de empresa para empresa, e também entre segmentos de mercado. Nesse gráfico, dá pra sacar melhor como funciona o funil de vendas para Inbound Marketing, estratégia que tem como objetivo gerar leads qualificados.

Se você quer se familiarizar mais com esses termos e ficar por dentro de outras estratégias do Marketing Digital, a gente tem a solução: http://expolab.com.br/cursos?c=72

Gráfico: Resultados Digitais

Qual é o melhor formado de anúncio para o seu objetivo?

Quando você cria uma campanha no Facebook Ads, o primeiro passo é definir o objetivo. Esse ponto é importante porque, dependendo desse objetivo, você pode ter ou não ter um determinado formato de anúncio.

O formato carrossel, por exemplo, é ideal para empresas que possuem muitos produtos ou serviços. Com ele, é possível fazer um anúncio com um mix de itens e mostrar vários produtos em um só lugar. Se você deseja detalhar um produto ou montar uma sequência de história para seu público, esse formato também é ideal. Já os vídeos são um dos conteúdos mais compartilháveis e que geram maior alcance no Facebook. Se você pretende cativar seu público com uma história ou mensagem, alcançar mais pessoas, ou chamar a atenção no feed, essa pode ser uma boa alternativa. Mas se você quer atingir somente o público que acessa a rede social por dispositivos móveis, talvez o formato Canvas seja a melhor opção. Esse formato é completamente imerviso, já que toma a tela inteira do celular ou tablet.

Quer conhecer melhor esses e outros formatos de anúncios? Temos duas opções pra você! Matricule no nosso curso completo de Facebook Ads, pra você saber todos os detalhes da ferramenta; ou garanta uma vaga no curso de Marketing Digital, para ficar por dentro de todas as estratégias digitais que podem dar visibilidade ao seu negócio.

Saiba mais!
Facebook Ads: http://expolab.com.br/cursos.php?c=70
Marketing Digital: http://expolab.com.br/cursos?c=72

Como estabelecer uma comunicação eficaz nas empresas?

Você sabia que 70% dos problemas de uma empresa são causados pela má comunicação? Segundo uma pesquisa da Harvard Business School, a falha da concretização dos objetivos da empresa pode estar, justamente, na falta de comunicação empresarial. Em tempos de internet e redes sociais, as empresas não podem mais adotar o tipo de relacionamento frio e distante com os colaboradores e com o público externo.

Para ser efetiva, a comunicação empresarial deve andar junto com a missão, os valores e a visão da empresa. Além disso, é preciso traçar um plano de comunicação que ande junto com os planos estratégicos da empresa.

Quer saber mais sobre o assunto? Matricule-se no curso de Assessoria de Imprensa! Saiba mais:http://expolab.com.br/cursos?c=67