Blog – expoLAB

Não somos algoritmos

 Afinal, o que mudou no nosso comportamento com o desenvolvimento da sociedade da informação? A evolução é absurda. Alguns mais jovens nem lembram do que se passou em tão pouco tempo. De bibliotecas descomunais ao Google, dos jornais da manhã aos portais de informação instantânea, dos cupons de descontos ao QR Code, entre outros milhões de exemplos. O fato é que o consumo se diferenciou e alguns fecham os olhos para isto, comunicando-se com seus clientes por meio de sinal de fumaça ou telegrama… brincadeira, comunicando-se por meios e linguagens sem efeito algum.

 Há quem chame de nova ordem ou quem dê alguma nomenclatura de “geração + alguma letra ou termo”. O tema deste artigo irá causar outros artigos, que falam um pouco mais de tecnologia, como de AI (inteligência artificial) e outras evolução que ajudam na conexão de pessoas e empresas.

 Por hoje vamos falar de pessoas, que ainda não são algoritmos, mas não se diferencia muito. As pessoas possuem vários papeis na relação com as marcas, não apenas consumir, hoje elas foram elevadas ao ponto máximo no processo de compra, viraram a pirâmide de consumo e as marcas estão passando ao momento de personalização, produto com identidade própria. Impressoras 3D vieram para marcar este momento. “O poder da escolha individual nunca foi tão grande… a abordagem ‘one-size-fits-all’ está morta” Mark J. Penn, Microtrends.

 Vamos dar o exemplo da Social TV. Ela possui audiências participativas (programas com conteúdo story telling e entretenimento com conversações nos meios sociais), dimensão tecnológica (mistura entre mundo on e off-line, com múltiplas possibilidades de interação, conteúdo on demand, etc.

 São evoluções tecnológicas que mudam nossa forma de consumir, o que nos faz escutar muito a palavra “algoritmo”. Fazemos nossas escolhas, interagimos como queremos, mas acredite, a tecnologia está mexendo massas. Existem programas com um punhado de algoritmos que diz como produzir uma música de sucesso e até se ela terá sucesso. Há CRM, há a própria AI (já citada antes) e outras ferramentas, fato é que ainda é pouco explorada. O “Seu Manoel” da padaria poderia saber exatamente os costumes, anseios e desejos de seus clientes, mas ainda não sabe. Vamos voltar com mais uns dois ou três artigos sobre o tema.

CURSOS E PROMOÇÕES EXPOLAB
Saiba de nossas próximas turmas: http://www.expolab.com.br/agenda
Conheça todas as áreas que atuamos: http://www.expolab.com.br/areas_cursos
Vagas de emprego e estágio: http://www.expolab.com.br/vagas

Avatar

Everton