Blog – expoLAB

4 dicas para tornar o dono da marca seu principal influenciador

É sempre um desafio conseguir definir o influenciador digital perfeito para a marca cliente. Mesmo que existam várias possibilidades de alcançar um bom retorno com esse tipo de estratégia, nunca sabemos se conseguiríamos atingir resultados melhores ou não. Existe, porém, um tática da mesma linha que sempre só tem a acrescentar quando é feita com qualidade e planejamento: tornar o dono da marca um influenciador perfeito para ela.

Um proprietário é, inevitavelmente, a cara de sua empresa. É normal que ele apareça dando entrevistas para veículos de comunicação, principalmente quando possui uma assessoria de imprensa. Naturalmente, conforme sua empresa ganha espaço no mercado, ele aparece em notícias, artigos, programas de rádio, etc.

Por outro lado, a presença midiática em meios com pouca interatividade não pode ser caracterizada como geradora de laços reais com os clientes. No mercado, faltam donos de empresas que saibam aproveitar sua influência para atrair consumidores, principalmente pelas redes sociais pessoais.

Vale lembrar que a participação de profissionais de comunicação, sejam como consultores individuais ou agência, é essencial para realizar esse processo estratégico. Esses devem guiar, planejar, monitorar e até criar parte do conteúdo dos donos das marcas para que consigam saber os caminhos que precisam seguir. Visto isso, existem 4 dicas que eu juntei para ajudar – que podem ser entendidas também como etapas. São essas:

1. Ter desenvoltura é indispensável.

É preciso que o dono da empresa tenha uma postura cativante com os seus usuários. Como comunicador, deve estar apto a aproveitar todas as oportunidades para promover seu conhecimento nas redes sociais. Assim, ganhará muita credibilidade dos que apreciam a função de seu negócio.

Por exemplo, um professor de Geografia que possui um cursinho pode aproveitar suas viagens pelo mundo para postar curiosidades e informações do local. Isso, de certa forma, gera uma atenção enorme. Quase todo mundo aprecia um conteúdo espontâneo dado por alguém que entende bem do assunto. Bom lembrar que ele precisa vencer a timidez e conseguir falar bem. Afinal, às vezes, será interessante que ele apareça em vídeos publicados nas redes sociais de sua marca.

Resumindo: dominar seu campo de conhecimento como nunca e conseguir aplicá-lo no dia a dia, nem que seja relatando sua jornada diária no trabalho de forma dinâmica. Também, o mais importante, fazer tudo em uma linha condizente com o perfil do público alvo.

O professor de cursinho de Geografia tem como público-alvo jovens estudantes de 17 à 21 anos, aproximadamente. Talvez um jeito interessante de se comunicar seja de maneira leve, sem parecer que está dando uma aula super séria, e até usar algumas gírias e piadinhas.

Vou continuar utilizando esse exemplo do professor nos outros pontos.

2. Garanta que o dono da marca domine as redes sociais.

De fato, não existe influenciador digital eficiente que não entenda das ferramentas que as plataformas da internet dispõem.

Deve-se saber que existe o botão de “Saber mais” no Instagram, como também ficar ligado em usar as fontes certas no stories. E claro que tem que ter um atenção grande para acertar nos gifs e fazer lives nos momentos perfeitos. Além disso, também é importante estar ciente de como publicar seus pensamentos profissionais no LinkedIn. Enfim, existem muitas opções, constantemente em desenvolvimento, nas diversas redes sociais.

Imagina o professor de Geografia fazendo live nas ruas de uma cidade histórica e mostrando o cotidiano do povo local? É uma chamada forte para engajamento dos usuários.

3. É preciso traçar uma estratégia de comunicação clara.

Afinal não existe produção de conteúdo, marketing de influência e comunicação publicitária nas redes sociais sem planejamento. A partir do momento que se define o público-alvo, é hora de pensar no comportamento ideal que esse dono de marca deve se portar em suas redes sociais. Sim, sempre bom deixar claro que, como influenciador digital segmentado, humanizado e gerador de engajamento, ele atua em seus perfis pessoais.

De maneira mais direta, alguns pontos importantes para lembrar neste momento:

  • Saber o tom de suas postagens do cotidiano. Afinal, não é todo mundo curte ver stories engraçadinhos o dia todo, nem sempre vai ser o perfil dos usuários que podem ser consumidores;
  • Quantidade de postagens que tenham diretamente a ver com seu ofício: como toda conta pessoal, existem muitas postagens leves. Tem que ter, também, a hora de falar um pouco mais sério e contar algumas novidades do mercado, se for de interesse dos seguidores;
  • Definir as plataformas que fazem sentido que esse indivíduo invista mais;
  • E, por fim, o motivo de tudo isso: mapear as situações ideais para se colocar uma chamada para o site, evento ou sede da empresa. Depois de uma série de postagens bem contextualizadas e humanizadas , é momento de divulgar o serviço de sua empresa diretamente. “Já que você leu e se interessou até agora, porque não contratar meu serviço?“.

Agora vamos ao exemplo:

Para dialogar bem com seu público, o professor de cursinho provavelmente vai se utilizar muito do Instagram. Não vai precisar falar muito do ofício de ensinar, mas usar uma linguagem leve para associar Geografia ao cotidiano. No fim de uma série de postagens, vai postar um card no stories lembrando o período de inscrição de seu curso. Para partir do zero e ir até aí é preciso muito brainstorm e dedicação.

4. Saber se relacionar com os usuários: tem que rolar. E muito bem feito.

Por fim, vale ressaltar a importância de responder, marcar e até postar feedbacks positivos dos seguidores regularmente. Com isso, deixa-se clara a proximidade, que eles podem contar com alguém que realmente está disposto a ajudar com seu conhecimento. Isso traz um diferencial enorme para um influenciador: saber ser simpático e atencioso através da troca de mensagens online.

Provavelmente o professor de Geografia teria um mínimo resultado positivo se recebesse um trabalho bem elaborado de comunicação. Seu comportamento nas redes sociais ia ser um grande link para conseguir estudantes e aumentar sua popularidade.

Se o dono de uma empresa topar mudar suas atitudes em sua própria conta pessoal, vale a pena se esforçar ao máximo para guiá-lo no caminho certo, né? Lembrando que essas dicas se encaixam em qualquer tipo de filosofia de trabalho, é só adaptar.

 

CURSOS E PROMOÇÕES EXPOLAB
Saiba de nossas próximas turmas: http://www.expolab.com.br/agenda
Conheça todas as áreas que atuamos: http://www.expolab.com.br/areas_cursos
Vagas de emprego e estágio: http://www.expolab.com.br/vagas

Avatar

Alfredo Galamba