Blog – expoLAB

Procuram-se os jornalistas

Pauta inaugural aqui na coluna sobre jornalismo e eis que me deparei com uma verdadeira tempestade de ideias (mais conhecida por “brainstorming”). Sim é verdade… mas essa é uma terminologia muito utilizada na publicidade ou mesmo no marketing. Voltando à dúvida da temática, me deparo com a atualidade do planeta on-line das redes sociais. Mas, alguém pode abordar a seguinte questão: isso é social media! Então está decidido… o assunto em foco de hoje é:  “Afinal, onde está o profissional jornalista na atualidade?”

É verdade que o Brasil, passa por uma crise econômica e isso perpassa por todas as áreas profissionais. Logo também atinge os profissionais jornalistas. Além disso, com os avanços tecnológicos e a baixa nos espaços de trabalho nas redações, os comunicadores precisam se reinventar e acompanhar o Mercado de Trabalho.

E como dizia o eterno Chacrinha: “Quem não se comunica, se trumbica”, e mesmo que os tempos difíceis nas empresas seja uma realidade, a necessidade de noticiar é fundamental. Transformar crise em oportunidade e limonada em limões. O dom de contar histórias leva os bons profissionais a se reinventar.

Finalmente, respondendo a pergunta inicial… O jornalista está onde ele quiser! Os campos de trabalho sempre vão existir para os bons profissionais que estão sempre em busca do novo. Que não temem mudanças! Fazer limonada? Faça uma limonada suíça, ou uma torta de limão, ou mesmo de chocolate. Se renove!

Aqui vai algumas dicas importantes: Investir em formação complementar; se nutrir de experiências mesmo que não diretamente ligadas ao jornalismo, a exemplo da publicidade, imersão em redes sociais, marketing de conteúdo, ciência política, empreendedorismo, etc. As assessorias de imprensa também estão entre as opções possíveis, seja de jornalistas saídos de redações, tais como as pessoas que optam em seguir a carreira na comunicação institucional. Requer um exercício constante do que chamamos de um mix comunicacional, mas é dessa mistura que o jornalista precisa.

Se em meados de 2011 se falava muito nas redações sobre o profissional multimídia, e em meio a não obrigatoriedade do diploma era um fantasma na vida de formados e formandos, hoje o jornalismo digital 5.0 é uma realidade. Esse que envolve mercados tecnológicos do futuro.

E se pensa que acabou, especificamente, no campo jornalístico posso citar alguns dos avanços que nos cabem perfeitamente: produtores de conteúdo para blogs, com técnicas aplicadas de SEO; jornalismo de dados; MoJo (Mobile Journalism: jornalismo móvel) que busca acessibilidade, além de ampliar o acesso de registros instantâneos, a exemplo de notícias analista de métricas de acessos a sites; combate a fake news, e etc, etc e etc.

Com criatividade e amor pela profissão o céu é o limite! Invista em você! A competição é entre você mesmo!

Com informações do manualdojornalistadigital.com.br.

“CURSOS E PROMOÇÕES EXPOLAB

Saiba de nossas próximas turmas: http://www.expolab.com.br/agenda

Conheça todas as áreas que atuamos: http://www.expolab.com.br/areas_cursos

Vagas de emprego e estágio: http://www.expolab.com.br/vagas”

Silvannir Jaques

Silvannir Jaques

Profissional Jornalista, especialista em Comunicação Empresarial, formada há 7 anos pela Uninassau. Atua no mercado de Assessoria de Comunicação e Imprensa voltada a autarquia pública. Com experiência também no ramo fotográfico, propõe um olhar sensível ao fotojornalismo e técnicas de registro de emoções. Falar sobre jornalismo é se voltar a essência do que nos torna sociáveis. Interagir, emissor e receptor, signos e significados. Vamos falar sobre?