Blog – expoLAB

Videomaker: que profissional é esse?

Edição de reportagens, vídeos institucionais, conteúdo para YouTube, tudo isso faz parte do leque de funções de um profissional de vídeo. As linguagens estão sempre se modificando, ainda mais quando as informações mudam de instante a instante. Mais do que nunca, a imagem deve aliar rapidez, conteúdo e qualidade técnica.

Aí é onde entra o talento e a qualificação de um vídeomaker.

O trabalho de um produtor de vídeo integra as etapas do processo de criação, não apenas o da captação de imagens. Tudo começa com a pré-produção, cuja função é o planejamento de todo o processo. Aqui são decididas as abordagens e os roteiros para que nada saia errado.

Dentro da pré-produção o videomaker integra o brainstorm (a reunião onde acontece, literalmente, a tempestade de ideias); a elaboração do briefing (desenvolvimento da produção de vídeo); a escolha dos equipamentos e a criação do roteiro. Na produção, está a prática da criação do vídeo: organização do set de filmagem, a gravação propriamente dita e a direção das cenas, para que não ocorram falhas.

Já na pós-produção o videomaker cuida para que se aperfeiçoe as imagens idealizadas, roteirizadas e gravadas. Primeiro, a arrumação do set, com a desmontagem dos cenários, segundo, a edição de imagens e por fim, a exportação do conteúdo para que finalmente ocorra a divulgação e publicação das imagens.

Produtoras de vídeo, emissoras de TV, estúdios cinematográficos, empresas de comunicação. O mercado está amplo e o profissional precisa estar cada vez mais diferenciado. Qualificação é a palavra-chave e você não pode ficar para trás. Aqui temos um curso exatamente para esse perfil.

Saiba mais: https://www.expolab.com.br/premiere-e-after-effects.php

Taís Paranhos

Taís Paranhos

Jornalista, professora, redatora e produtora de conteúdo