Blog – expoLAB

Engajar: o verbo do momento

Não precisa ser blogueirinha para saber que o engajamento nunca foi tão estudado quanto hoje. Originado do francês, o verbo Engajar se refere à participação ou atividade realizada voluntariamente, além se referir à dedicação com a qual alguém executa alguma ação.

Na era da cultura participativa, em redes sociais de alto fluxo como o Instagram, podemos compreender o engajamento como a vontade do usuário fazer o melhor conteúdo, realizar posts acima do esperado visando um feedback positivo, seja ele visibilidade, com seus likes e compartilhamentos, ou até venda. Isso tudo com um desafio: satisfazer e ser novidade para um público hiperconectado.

Mas esse não é um desafio apenas para as grandes empresas e blogueirinhas, ambos totalmente relacionados com social mídia e estratégias de marketing. Olhando para a realidade brasileira, num contexto de desemprego e aumento da informalidade, surgiram muitos usuários comerciais no Instagram vendendo desde laços para meninas recém-nascidas e roupas para cachorros, até alimentos e serviços como design de sobrancelhas e manicure.

Inseridos na cultura participativa, o consumidor atualmente deseja ter em suas mãos o total controle tanto do produto quanto do conteúdo ofertado. O importante aqui é ter uma estratégia de engajamento online que favoreça cada vez mais trocas tanto entre os próprios usuários, formando um laço envolvendo a marca, quando entre o usuário e a marca. Esta é uma grande vantagem competitiva.


Mas para engajar, é necessário estar atento aos comportamentos do seu público na rede social. A experiência do usuário com seu conteúdo, além da qualidade do seu serviço ou produto, são fatores essenciais para sua fidelização. Vale destacar que é de suma importância a implantação de um planejamento de comunicação atrelado às metas do seu negócio, e já tem post aqui no blog sobre isso! Lembre-se que a relevância do conteúdo é o que mantém seu público engajado e aumenta seus hábitos de consumo.

Tenha em mente: conquista é a palavra-chave. Muitos gestores de redes sociais buscam alto número de seguidores e likes, chegando até a comprá-los. Um tiro no pé, já que esses seguidores comprados não são prováveis clientes. De que adianta dez mil seguidores se você não consegue vender nem para uma dessas dez mil que lhe seguem? Não se deixe levar pelas métricas da vaidade, que enchem os olhos com tantos números e nenhum conteúdo. Um público qualificado e bem engajado requer dedicação e tempo, engaje-se você mesmo em seu negócio, compre sua própria ideia e o resultado virá. (:

“CURSOS E PROMOÇÕES EXPOLAB

Saiba de nossas próximas turmas: http://www.expolab.com.br/agenda

Conheça todas as áreas que atuamos: http://www.expolab.com.br/areas_cursos

Vagas de emprego e estágio: http://www.expolab.com.br/vagas”

Avatar

Giselle Cahú

Jornalista, fotógrafa, produtora de conteúdo que escreve uns poemas de vez em quando e adora contar histórias.