Blog – expoLAB

Como fica o seu negócio sem a exibição dos likes do Instagram?

O Instagram iniciou, no final do mês passado, mais uma fase de testes para os usuários brasileiros: o desaparecimento dos likes nas postagens. Muitos ficaram surpresos sem entender, outros inconformados, há quem já esperasse por essa possibilidade e teve também quem comemorasse a iniciativa.

O que de fato aconteceu é que a mídia social resolveu não exibir o número de curtidas para o público no geral, apenas o dono do perfil tem acesso e consegue visualizar na opção “Ver informações” abaixo da foto e vídeo publicados.

De acordo com o Instagram, essa é uma maneira de evitar a competição entre perfis, promover a saúde mental na plataforma e trazer bem-estar aos usuários, reduzindo as pressões psicológicas e seus efeitos.

Mas como fica o seu negócio diante dessa mudança? Tem muita gente propagando que o fim das curtidas prejudica o trabalho de muitas marcas, principalmente daqueles que investem no ambiente online. Será que é isso mesmo? Acompanhe esse artigo que pretende ajudar a esclarecer essa questão e tenha insights para melhorar o seu resultado.

Como funciona esse tal algoritmo do Instagram?

O fim dos likes deu o que falar e muita dor de cabeça, principalmente para quem usa o aplicativo para fins comerciais. Mas se eu te disser que as curtidas não são tão valiosas assim, você acreditaria? Pois é! Isso tem tudo a ver com o algoritmo.

Muitos donos de negócio, influenciadores e profissionais de marketing digital ficaram insatisfeitos reclamando que o engajamento e a entrega do conteúdo caíram, mas para quem não sabe as curtidas fazem parte de uma pequena parcela diante do que o algoritmo do Instagram realmente valoriza para entregar mais ou menos o conteúdo do usuário.

E ainda que contasse tanto assim, a curtida continua existindo, gente! Ela continua valendo alguma coisa para o algoritmo, o dono do perfil consegue ver, só deixou de ser pública.

Confira os 7 aspectos mais importantes para o algoritmo do Instagram

Engajamento – é o termo, frequentemente, usado para tratar do envolvimento com um determinado perfil. Nele constam curtidas, compartilhamentos de imagens, comentários e as imagens salvas naquelas “bandeirinhas”. Por exemplo, quando uma pessoa comenta ou salva o conteúdo de um perfil isso quer dizer que ela está muito envolvida com tal página. O engajamento fica mais alto quando há comentários, compartilhamentos ou publicações salvas.

Apenas curtir o conteúdo não diz muito, é até fácil. Quem não costuma curtir tudo que vê na time line, às vezes, até sem querer, as publicações patrocinadas? Difícil mesmo é parar para comentar, compartilhar e salvar um conteúdo.

Relevância do conteúdo – sabe aquela área de busca do IG, chamada discovery? Ali é possível ver os assuntos por categorias que aparecem com base no conteúdo que cada perfil mais se interessa. Então se o usuário vê muito conteúdo de decoração, beleza, estilo e viagem o algoritmo subentende que esses assuntos são mais relevantes e devem aparecer com mais frequência para o usuário.

Audiência – trata-se do público que interage mais com o conteúdo de um perfil. Quando um usuário segue uma página, está sempre em busca dela, curte, comenta, compartilha, significa que ele gosta muito do assunto. Quanto mais a audiência gosta do conteúdo produzido pelo perfil, mais as publicações aparecem para essa audiência e aos usuários semelhantes.

Relacionamento – nada mais é do que a troca de interação entre os usuários e a marca. Se as pessoas conversam com o perfil, mandam direct, quer dizer que elas estão muito envolvidas com a marca, ou seja, o conteúdo aparecerá mais vezes para essas pessoas.

Busca pelo perfil – cada vez que o usuário digita o perfil no campo de busca, com frequência, o algoritmo subentende que a página é relevante para ele e faz com que o conteúdo apareça mais vezes.

Temporalidade – esse aspecto está relacionado ao horário de postagem. Ter constância no Instagram, postar com frequência, é muito positivo para o algoritmo. O ideal é não postar de hora em hora, para isso crie um cronograma que norteie as suas publicações.

Compartilhamento (direto) – clicar na setinha e compartilhar com amigos, também pelos stories, o conteúdo de uma determinada página com frequência, o algoritmo subentende que o usuário está muito envolvido com aquele assunto.

Tempo na página – o tempo que a pessoa leva fuçando o conteúdo no feed de uma página. Exemplo, um usuário fica olhando as publicações de um perfil, abre vídeos e fotos, isso com frequência, logo está demonstrando que tem interesse pelo conteúdo.

Diante dos critérios apresentados deu para perceber que o engajamento real vale mais. A curtida é mais uma métrica de vaidade que cria competição e disputa na rede, aumenta o ego e enfeita relatórios de resultados.

Foco na produção de conteúdo com qualidade

Para as empresas que possuem uma estratégia de marketing digital bem planejada, trabalham com ferramentas para construir uma boa presença digital e converter os usuários em clientes, o desaparecimento dos likes nas postagens não traz tanto impacto nem interfere nos resultados, especialmente para aquelas que investem em conteúdo de qualidade.

Criar conteúdo com qualidade gráfica as marcas devem atentar para a produção de um conteúdo gráfico planejado e bem feito;

Estimular comentários mais contextualizados através deles dá para ver o engajamento. Então é investir na interação pelos comentários;

Acompanhar a taxa de conversão métrica muito utilizada para mensurar os resultados. Permite entender o retorno de cada investimento da empresa (tempo ou dinheiro);

Estudar a geração de tráfego fazer marketing de conteúdo é uma ótima estratégia para gerar tráfego orgânico.

Vale reforçar que o sucesso na internet se dá pela qualidade do conteúdo disseminado e não pela quantidade. Por isso, não perca tempo lamentando-se com o volume de curtidas que não está mais público. Foque na qualidade do seu conteúdo, no engajamento com o público e atraia novos clientes com um conteúdo planejado e que agregue valor.

 

Créditos da imagem/freepik.com

 

Gostou? Deixe seu comentário e compartilhe com os amigos.

 

Texto completo: https://www.linkedin.com/pulse/como-fica-o-seu-neg%C3%B3cio-sem-exibi%C3%A7%C3%A3o-dos-likes-do-instagram-lins/ 

 

“CURSOS E PROMOÇÕES EXPOLAB

Saiba de nossas próximas turmas: http://www.expolab.com.br/agenda

Conheça todas as áreas que atuamos: http://www.expolab.com.br/areas_cursosVagas de emprego e estágio: http://www.expolab.com.br/vagas”

Danielle Lins

Danielle Lins

Jornalista, empreendedora e gestora de Comunicação e Marketing Digital na AC Comunicação. Trabalha atualmente como comunicadora social na Educação a Distância da UFPE. Tem MBA em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais. No mercado há quatro anos, possui experiência na área de Assessoria de Comunicação/Imprensa, Marketing Digital e de Conteúdo, especificamente em instituição pública do segmento de política, e TV. “Acredito no poder transformador do empreendedorismo, principalmente o feminino. Quando uma de nós vence, todas vencem. Por isso, seja uma mulher que levanta outras mulheres”.